Vice-presidente da República segue mesmo caminho partidário do ex-presidente José de Alencar, porém, não será candidato a reeleição

Seguindo o caminho do ex-vice-presidente José de Alencar, que se filiou ao Republicanos durante o mandato, o atual vice-presidente General Hamilton Mourão (atualmente no PRTB), vai se filiar ao Republicanos no próximo dia 16. O político terá a ficha de filiação abonada pelo presidente da sigla, o deputado federal Marcos Pereira, e pelo presidente do Diretório do Rio Grande do Sul, Carlos Gomes. Mourão pode sair como candidato ao Senado Federal pelo estado gaúcho.  

“A chegada do General Hamilton Mourão representa uma honra para o Republicanos e reforça o projeto de ampliação da força política do partido nas eleições de outubro”, diz o presidente Marcos Pereira. A solenidade acontecerá em Brasília, na sede nacional do Partido, e seguirá as medidas de prevenção contra a Covid-19. O vice-presidente deve se desincompatibilizar do cargo até o próximo dia 2 de abril para concorrer ao Senado Federal pelo Rio Grande do Sul.

O caminho é parecido com o que fez o ex-presidente José de Alencar (2003 a 2010). O vice-presidente de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deixou o PL em 2005 durante o segundo ano de mandato de Lula para se filiar ao então PRB (primeiro nome do Republicanos). Alencar, no entanto, foi candidato à reeleição.  

A chegada de Mourão a sigla representa um fortalecimento do Republicanos a nível Nacional. O partido já conta com um senador, Mecias de Jesus (Republicanos-RR), e tem a sétima maior bancada da Câmara Federal, com 34 deputados, entre eles o presidente do Republicanos Goiás, João Campos, que também deve galgar uma cadeira no Senado Federal.