Morre médico da rede municipal de Goiânia com suspeita de H1N1

Luiz Sérgio atendia no Cais Campinas. Prefeitura de Goiânia ainda não se manifestou

Reprodução

Morreu no início da tarde de domingo (1º/4) o pediatra Luiz Sérgio de Aquino Moura, de 57 anos. O médico estava internado em estado grave no Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), com suspeita de H1N1.

O Jornal Opção confirmou extraoficialmente a morte do médico junto a profissionais do Hugol, não autorizados a passar informações ainda.

Luiz Sérgio atendia no Cais Campinas, um dos mais importantes centros de saúde da capital, com grande fluxo de pacientes com suspeitas do vírus. No último plantão na unidade, na quarta-feira (28/03), o médico não demonstrou aos colegas de trabalho nenhum sintoma.

Nos grupos de WhatsApp e na página pessoal do médico no Facebook, comentários perfilam um profissional comprometido tanto com a família quanto ao trabalho. “Meu tio não resistiu e faleceu”, escreveu a sobrinha Bruna Timóteo Teixeira.

“Nunca vou me esquecer do dia que o senhor cuidou do meu filho, ignorado por outros médicos”, escreveu uma mulher. “O senhor vai fazer muita falta”, pontuou outra.

11 respostas para “Morre médico da rede municipal de Goiânia com suspeita de H1N1”

  1. Avatar Solange disse:

    Eu sinto.muito pela família e pelos pacientes que ele tanto amava.

  2. Avatar Márcio Gonçalves disse:

    Cara era médico e não sabia nada,pq ele não tinha aparelho de ozônio em casa?
    Pq ele não tomava água tratada a base de ozônio e ou prata coloidal afinal não tem virus vírus que resista a prata coloidal.

  3. Avatar Márcio Gonçalves disse:

    Se ele soubesse o que é prata coloidal o que ozonioterapia esse vírus não teria feito efeito sobre ele.

  4. Avatar katwce disse:

    Vai fazer falta sim otimo médico!

  5. Avatar Euvânia disse:

    Eu o conhecia,trabalhei com ele no Hospital da criança,era um ótimo profissional,super humano,vai fazer muita falta!!!!

  6. Avatar Lucilene planta da Silva souza disse:

    Jornal opção por favor pega no pé do secretário da saúde pra ele proviprovidenciar oh mais rápido a vacina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.