Moro aceita denúncia contra Lula por corrupção e lavagem de dinheiro em sítio

Esta é a terceira denúncia que o juiz recebe sobre o ex-presidente petista

Foto: Ricardo Stuckert

O juiz federal Sérgio Moro aceitou nesta terça-feira (1º) a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT) por corrupção e lavagem de dinheiro nas obras do sítio Santa Bárbara, em Atibaia, interior de São Paulo. A informação é do Estado de São Paulo.

Esta é a terceira denúncia que o juiz recebe sobre o petista.

De acordo com a nova acusação, a Odebrecht, a OAS e também a empreiteira Schahin gastaram R$ 1,02 milhão em obras de melhorias no sítio em troca de contratos com a Petrobrás. A denúncia inclui ao todo 13 acusados, entre eles executivos da empreiteira e aliados do ex-presidente, até seu compadre, o advogado Roberto Teixeira.

A Procuradoria da República, no Paraná, anexou 415 documentos à nova denúncia. Segundo a Procuradoria, a denúncia foi elaborada com base em depoimentos, documentos apreendidos, dados bancários e fiscais bem como outras informações colhidas ao longo da investigação.

Moro já condenou Lula a 9 anos e 6 meses de prisão no caso triplex por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, mas a prisão do ex-presidente ainda não foi decretada.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.