Ministro Baldy negocia R$ 3 bilhões para compensar corte no Minha Casa, Minha Vida

Orçamento do programa social sofreu um corte de R$ 1,2 bilhão em 2018

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, está negociando com o Ministério do Planejamento a liberação de R$ 3 bilhões para compensar o corte de R$ 1,2 bilhão que o orçamento do Minha Casa, Minha Vida sofreu em 2018.

De acordo com informações da coluna Painel da Folha de São Paulo, a ideia é que o valor fique disponível ainda esta semana e garanta a continuidade das obras em 150 mil imóveis para pessoas de baixa renda.

A negociação tem um componente eleitoral: o governo vai trabalhar no próximo ano na ampliação dos programas sociais.

Ainda segundo a coluna, Baldy, que assumiu o Ministério das Cidades em novembro, já teria avisado aliados de que será candidato em 2018 e que deve deixar a pasta até o final de março.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.