Também conhecida como febre suína ou cólera dos porcos, doença viral é altamente contagiosa entre suínos e javalis, mas não oferece riscos à saúde humana

Foto: Reprodução.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) confirmou nesta segunda-feira, 5, a existência de um foco de Peste Suína Clássica (PSC) no Piauí. O teste foi feito pelo Laboratório Federal de Defesa Agropecuária em Pedro Leopoldo (MG), por técnica de diagnóstico molecular (RT-PCR em Tempo Real).  

A PSC, também conhecida como febre suína ou cólera dos porcos, é uma doença viral, altamente contagiosa, que afeta somente suínos e javalis. A doença não oferece riscos à saúde humana e não tem impacto na saúde pública.

O caso de infecção ocorreu no município de Parnaíba, em um criatório de suínos para subsistência. O ministério ressaltou que a propriedade em onde foi identificada o foco da doença foi interditada e o serviço veterinário estadual adotou medidas de contenção, como o sacrifício dos suínos e desinfecção da propriedade afetada.

Também está sendo feito um serviço de rastreamento da provável origem e vínculos epidemiológicos.

“A ocorrência já foi notificada pelo Ministério à OIE e não há justificativas para restrições ao comércio internacional de suínos e seus produtos”, afirmou a pasta em nota.