Menina de 2 anos morre esfaqueada pela mãe no Distrito Federal

Mulher teria cometido assassinato após crise de ciúmes. Ela assumiu autoria do crime e foi presa em flagrante pela Polícia Militar

Foto: Reprodução

Laryssa Yasmim Pires de Moraes, 21, foi presa nesta quinta-feira, 13, suspeita de matar a filha, uma criança de dois anos. O crime teria acontecido por volta das 5h na chácara 148 da Colônia Agrícola Samambaia, na região de Vicente Pires (DF). De acordo com o marido da mulher, Giuvan Félix, 25, ela também tentou atacá-lo enquanto dormia, mas ele conseguiu desarmá-la.

Testemunhas relataram que, quando entraram no apartamento onde o casal morava com a criança, o homem estava todo cheio de sangue e apontou Laryssa de Moraes como responsável pelo crime. A mulher teria cometido o assassinato após uma crise de ciúmes.

Quando a Polícia Militar chegou ao local, Laryssa estava ao lado do corpo da criança e não resistiu à prisão. Chegou, inclusive, a assumir a autoria do crime quando foi perguntado quem tinha assassinado a menina. Ela foi presa em flagrante e o caso foi encaminhado para a 12ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Centro).

No depoimento, Giuvan disse que Laryssa é uma pessoa “difícil de lidar” e que “acordou com a faca na cara dele”.

Moradores do prédio afirmaram que o rapaz havia terminado um outro relacionamento e Laryssa veio para o DF com a filha morar com ele.

“Ele é muito jovem. Gente boa e nunca tivemos reclamações. Ela morava com ele há pouco tempo. Nunca houve reclamações sobre o casal. Era um apartamento muito organizado. Ela vivia com a menina para cima e para baixo. Para a gente do prédio, é assustador. Os vizinhos nunca ouviram barulho e nem presenciaram brigas”, afirmou  proprietária do apartamento que o casal aluga, Maria Gilmaria Sousa Espíndola, 44.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.