Ex-governador de Goiás está internado em São Paulo, no Hospital Sírio Libanês, após sofrer alteração na pressão arterial

Segundo os médicos que acompanham o ex-governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), o procedimento realizado de ablação, que durou três horas, foi concluído com sucesso e o político já se encontra no quarto.

A ablação possibilita uma rápida recuperação, pois é realizada por meio de cateteres, sem a necessidade de abertura do tórax para acessar o coração do paciente. Os cateteres são posicionados no foco de arritmia e, através da radiofrequência, o tecido é aquecido e “queima” o local onde é aplicada, eliminando a arritmia.

Após a entrada no hospital paulista, no dia 27, Marconi foi diagnosticado com flutter atrial, conhecida também como fibrilação atrial, que é uma condição na qual os átrios não batem de maneira coordenada com os ventrículos, tornando-os mais rápidos e irregulares, aumentando, dessa forma, o risco de acidente vascular cerebral (AVC) e falência cardíaca.