Mesmo com a possibilidade de não ser eleita, a petista se comprometeu a continuar na luta pelas minorias e pede que a população ajude a rever as leis eleitorais

Foto: Guilherme Mendonça
Foto: Guilherme Mendonça

A única candidata mulher ao Senado pelo Estado de Goiás, Marina Sant’Anna (PT), votou no Colégio Ipê, no Setor Bueno. Antes de entrar na cabine, ela comentou sobre suas expectativas com relação às eleições. “A minha expectativa é de absoluto respeito ao eleitor e à eleitora. As pesquisas apontavam que 60% do eleitorado ainda não decidiram em quem votar para o Senado. Não tive como visitar todos os municípios de Goiás, mas onde consegui passar obtive uma bela adesão. Agora simplesmente tenho o agradecimento e o respeito às urnas”, disse.

Mesmo com a possibilidade de não ser eleita, Marina se comprometeu a continuar na luta pelas minorias e pede que a população ajude a rever as leis eleitorais. “A nossa legislação esteve boa num período e ajudou a aprofundar a democracia, mas agora é hora de a gente se juntar para dar um passo à frente ampliando as possibilidade de o país, de a população se sentir mais presente em todos os lugares da política”, declarou.