Marconi recebe prefeitos aliados e garante R$ 200 milhões em recursos para municípios

Governador reafirmou que vai quitar todos os atrasos deste ano da área da Saúde com as prefeituras

Governador durante jantar no Palácio

Governador durante jantar no Palácio

O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), abriu as portas do Palácio das Esmeraldas, na noite da última segunda-feira (7/11), para receber os prefeitos eleitos do PSDB e do PP, dois importantes partidos da base aliada.

O encontro marca o início das reuniões coletivas e individuais que o governador deflagrou com todos os que se elegeram para comandar os municípios goianos nos próximos quatro anos. O objetivo é conversar sobre os projetos, as parcerias e as medidas que eles pretendem adotar para cumprir os planos de governo em seus municípios. Neste primeiro encontro foram recebidos os 77 eleitos pelo PSDB e os 22 eleitos pelo PP.

Ao saudar os novos gestores municipais, o governador, que estava acompanhado da primeira-dama, Valéria Perillo, adiantou que vai direcionar os recursos para obras de infraestrutura, por meio de emendas parlamentares destinadas aos municípios. Para os atuais prefeitos, informou que vai quitar todas as contrapartidas de Saúde até o mês de dezembro. “Vou pagar o atrasado e vou pagar até dezembro”, adiantou, dizendo que isso é bom para os prefeitos que estão saindo e para os que estão entrando.

Marconi também adiantou que vai reservar R$ 200 milhões para destinar aos municípios. Em sua fala, recomendou que os prefeitos sejam moderados em seus gastos. “Inchar prefeitura é sinônimo de insucesso”, afirmou, acrescentando que os novos prefeitos precisam prestar atenção, principalmente porque o País vive um momento de crise.

Afirmou também que a redução da tarifa de energia elétrica, prevista para os próximos dias, é benéfica para a população, mas implica em queda de arrecadação estadual. Goiás, segundo ele, perderá R$ 40 milhões de ICMS. “Vamos ter um impacto de 10% a menos na Receita, por conta da redução da tarifa de energia”, sublinhou o governador, ao adiantar que novas medidas de contenção de despesa deverão ser alinhavadas pelo governo estadual.

Recomendou aos prefeitos que criem, em nível municipal, uma espécie de Fundo de Transporte, para que as cidades possam cuidar da malha urbana. Marconi contou que a reconstrução das estadas estaduais goianas só foi possível com a criação, pelo governo dele do Fundo Estadual de Transporte. “O que vai marcar a gestão é a competência”, disse.

O governador comentou com os prefeitos que na próxima quarta-feira o presidente Michel Temer lança, em nível nacional, o Cheque Reforma, inspirado na experiência pioneira do Cheque Mais Moradia, de Goiás. “As portas do Palácio das Esmeraldas e da Vice-Governadoria estarão abertas para todos vocês. Vou reservar tempo pra receber todo mundo”, disse aos prefeitos, sugerindo que eles elejam prioridades.

Marconi prometeu para o ano que vem dar uma “focada”, em parceria com a Caixa Econômica Federal, para reduzir o déficit habitacional do Estado. Também prometeu aos prefeitos agendar uma reunião ampliada dos prefeitos goianos com alguns ministros de Estado, numa articulação com a bancada federal goiana.

“Ano que vem eu quero fazer um agenda, juntamente com o vice-governador José Eliton, para andar o Estado inteiro e levar convênios”, afirmou Marconi, brincando que alguns prefeitos ali presentes empataram com ele, como os casos dos de Caldas Novas e Brazabrantes, cujos prefeitos já ganharam quatro eleições.

Durante o jantar, cada prefeito recebeu do governador um CD com informações a respeito de convênios que poderão ser firmados com a administração estadual.

Além dos prefeitos convidados, participaram do jantar o vice-governador José Eliton, o senador Wilder Morais, o presidente da Assembleia Legislativa, Helio de Sousa, secretários de Estado, os deputados federais Roberto Balestra (PP), Fábio Sousa e Célio Silveira (PSDB), os estaduais Marlúcio Pereira, Cláudio Meirelles, Tales Barreto, Lincoln Tejota, Diego Sorgatto, Gustavo Sebba, Jean Carlo, Francisco Júnior, Iso Moreira, Manoel de Oliveira, Eliane Pinheiro, Santana Gomes, Virmondes Cruvinel, Simeyzon Silveira, Valcenôr Braz, Júlio da Retífica e Lucas Calil. A superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Marise Fernandes, participou do encontro como convidada.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.