“A maioria dos gays vota em mim”, afirma Jair Bolsonaro

Deputado foi  convidado da série”Presidenciáveis” do “Mariana Godoy Entrevista” na noite da última sexta-feira (27)

Jair Bolsonaro é entrevistado por Mariana Godoy – Foto: Reprodução

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) foi o convidado da série ‘Presidenciáveis’ do ‘Mariana Godoy Entrevista” na noite desta sexta-feira (27/10). Durante o programa, ele falou que os homossexuais estão a seu favor. “A maioria dos gays é simpática a mim; e vota em mim. Quem não tem um parente, um amigo [homossexual]. Todo dia recebo mensagens no meu WhatsApp falando: ‘Sou gay e estou contigo’”, declarou.

O deputado disse ainda que a orientação sexual não importa quando não se tem emprego, acrescentando que é necessário “uma economia ajustada e se conviver pacificamente no Brasil”.

Bolsonaro criticou ainda o que ele chamou de “política de direitos humanos no Brasil, voltada para defender bandidos”. “O que a Polícia, tanto Militar quanto Civil, tem que ter é o excludente de ilicitude. Em operação, havendo reação, ela tem o direito de matar. Se matar, com dois, três ou vinte tiros, ela responde, mas não há punição. Enquanto não dermos essa carta branca para o policial atirar para matar, não teremos como reduzir a violência no Brasil. O ser humano só respeita o que teme”, afirmou.

Nas redes sociais, Mariana foi ameaçada por uma seguidora por conta da entrevista e respondeu. “Se é uma ameaça, seja mais clara para que eu também possa tomar providências. Grata”, escreveu.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Alex Sandro

Isso só confirma com A+B que além de burro é mentiroso compusivo.

Alex Sandro

Isso só confirma com A+B que além de burro é mentiroso compulsivo.