Maguito Vilela é tratado com anticoagulantes e tem entre 50% e 70% dos pulmões comprometidos

Emedebista será transferido para unidade de saúde de São Paulo dar prosseguimento ao tratamento contra o coronavírus

Maguito defende conciliação no MDB
Maguito Vilela, candidato a prefeito em Goiânia | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

O candidato a prefeito de Goiânia, Maguito Vilela (MDB), está entre 50% e 70% dos pulmões comprometidos pela infecção causada pela Covid-19. A informação foi dada pelo pneumologista Marcelo Rabahi em entrevista coletiva realizada na tarde desta terça-feira, 27.

O emedebista está internado desde segunda, 26, na Unidade de Terapia Intensiva de um hospital de Goiânia e será transferido no fim desta tarde para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, para dar prosseguimento ao tratamento. Segundo apontou o pneumologista, a transferência é motivada para dar “suporte de assistência ventilatória mais otimizada”.

Equipe médica de São Paulo deve chegar em Goiânia por volta das 16h e fazer avaliação do quadro de Maguito. O ex-governador deve, então, ser transferido para uma unidade de UTI móvel até o aeroporto de Goiânia e, posteriormente, acomodado em uma aeronave com aparelhagem para continuação do tratamento.

Marcelo Rabahi disse que Maguito inicialmente teve resposta inflamatória exagerada e fenômenos de alteração vascular, que a doença causa. Nas últimas 24h o quadro do candidato evoluiu com desconforto na respiração.

“Ele está se alimentando, acordado e consciente. Além de ter as funções cardíacas e renais normais. Pacientes com Covid-19 têm microtromboses, por isso faz tratamento com anticoagulantes. A doença tem características próprias, em que em alguns pacientes a resposta é mais lenta”, informou o médico.

O pneumologista deve seguir com Maguito para São Paulo para acompanhamento durante a transferência.

Política

O presidente estadual do MDB, Daniel Vilela, disse que a prioridade no momento é a saúde do pai. Ele recebeu ligação do governador Ronaldo Caiado (DEM) que se mostrou solidário. O prefeito Iris Rezende (MDB) telefona a Daniel para saber do quadro de saúde de Maguito.

“Acredito que o afastamento prejudica a campanha. No início mantemos o ritmo. No entanto, a presença do candidato é fundamental. As pessoas querem se reunir e ouvir o candidato. Queremos passar essa fase mais aguda da doença para dar melhor prosseguimento à campanha. “Pedimos orações a todos”, disse Daniel durante entrevista coletiva.

Daniel não vai acompanhar o pai a São Paulo, durante a transferência. A ordem médica é que seja acompanhado apenas pela equipe que continuará no tratamento do candidato.

Em decorrência da decisão de transferência, a coordenação da campanha do emedebista cancelou todas as atividades desta terça para que o dia seja dedicado a orações pela rápida recuperação.

Maguito Vilela foi internado na última quinta-feira. Ele foi diagnosticado com a doença causada pelo coronavírus na terça passada.

De acordo com a assessoria do candidato, quadro clínico dele continua estável, com pressão, função cardíaca e renal normais e a transferência “segue recomendação médica, que prevê melhores condições para tratamento da inflamação na unidade hospitalar de São Paulo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.