Maguito lamenta que adversários tenham caído em pesquisas

O emedebista explicou que dois ou três candidatos precisam crescer no mesmo ritmo para criar o ambiente de segundo turno

Foto: divulgação

O ex-governador de Goiás, Maguito Vilela (MDB), chegou neste domingo de eleição acreditando num provável segundo turno entre seu filho, Daniel Vilela, e o senador Ronaldo Caiado (DEM). Apesar desta possibilidade, Maguito lamentou os adversários não terem conquistado mais espaço entre o eleitorado goiano, que aumentaria as chances da eleição não acabar neste primeiro turno com a vitória do democrata.

“O terceiro colocado, candidato do governo, infelizmente caiu nas pesquisas e torcíamos para a candidata do PT, Kátia Maria, crescer mais pontos nas intenções de voto para um segundo turno mais consolidado”, disse Maguito.

O emedebista explicou que dois ou três candidatos precisam crescer no mesmo ritmo para criar o ambiente de segundo turno; “que não está fácil”, disse Maguito.

“Quem for eleito governador e presidente terá obrigação de pacificar o país, somos todos irmãos. É preciso gerar mais emprego e dar melhor qualidade de vida às pessoas”, pediu o ex-governador ao acompanhar a manhã de votação de Daniel Vilela e Vanderlan Cardoso.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.