Mãe desiste de dar filha para adoção e precisa procurar a polícia para consegui-la de volta

Procedimento foi feito sem intermediação judicial. Casal será indiciado

Foto: reprodução

A mãe de um recém-nascido que havia decidido doar o bebê logo após o nascimento, voltou atrás da decisão logo após a entrega da criança aos pais adotivos. Entretanto o casal que recebeu a adoção não aceitou fazer a devolução e o caso virou disputa judicial. A polícia não quis divulgar nomes.

O caso foi registrado na Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente de Goiânia na última terça-feira, 14, pela delegada Ana Elisa Gomes. De acordo com o depoimento prestado pela mãe, a decisão em doar a filha teria sido tomada por ela não ter condições financeiras de criar a filha, já que é mãe de outras duas crianças.

O acordo entre a mãe e o casal teria sido estabelecido ainda durante a gravidez. Os então futuros pais adotivos acompanhou a mãe durante toda a gravidez. Entretanto o acordo sem intermediação judicial entre a mãe o casal se configura criminoso.

Depois que a menina nasceu, em nove de maio, foi entregue aos pais adotivos. Após desistir do processo, a mãe teve de procurar a polícia para reaver a filha. Juntamente com o conselho tutelar os policiais civis foram até o casal e fizeram o resgate. A delegada Ana Elisa disse que os dois vão ser indiciados.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.