Luiz do Carmo cobra STF e TSE sobre manifestações políticas no Lollapalooza; Anitta rebate senador

Nas redes sociais, a cantora Anitta defende o direito de artistas demostrarem insatisfação com o governo federal

O senador por Goiás Luiz do Carmo (MDB) escreveu que, agora, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e Supremo Tribunal Federal (STF) possuem “dois pesos e duas medidas” para decidir sobre órgãos vetarem manifestação politica durante shows musicais no festival internacional Lollapalooza. Ao comparar que cantora pop Anitta incentiva que artistas “difamem” o atual presidente Jair Bolsonaro (PL), o senador também escreveu que o STF e o ministro Alexandre de Moraes têm a “oportunidade de demonstrarem que não fazem perseguição ao Presidente”.

Na mesma publicação, a própria cantora rebateu o comentário do senado. De início, a artista teria perguntado se políticos são profissionais em distorcer a palavra alheia. Anitta ainda completou ao escrever que não está incentivando ninguém a difamar ao presidente, mas sim que está defendendo o direito de todos de expor a insatisfação com o atual governo federal. 

No domingo, 27, a cantora foi uma das artistas a questionar a decisão do TSE que determinou que o festival vete manifestações eleitorais por parte dos músicos que ainda teriam que se apresentar no festival.  A decisão foi tomada após protesto de Pabllo Vittar e Marina no palco, na sexta-feira, 25, a favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Um dia depois, o partido de Bolsonaro acionou o TSE para a proibição dos posicionamentos. 

Na decisão, o ministro Raul Araújo considerou a manifestação dos artistas como propaganda política-eleitoral. O magistrado proibiu a “realização ou manifestação de propaganda eleitoral ostensiva e extemporânea em favor de qualquer candidato ou partido político por parte dos músicos e grupos musicais que se apresentem no festival.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.