Reforma da Previdência estadual começa a tramitar na semana que vem

Presidente Lissauer Vieira (PSB) afirma que discussão terá espaço para base e oposição se manifestarem

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Após receber a proposta de reforma da Previdência, o presidente Assembleia Legislativa, deputado Lissauer Vieira (PSB), afirmou nesta terça-feira, 29, que a tramitação da matéria irá se iniciar na próxima semana, com leitura do texto. Segundo ele, tudo irá seguir o regimento da Alego, mas diz que há tempo hábil para votação ainda neste ano.

Segundo o deputado, ainda não se há o entendimento jurídico sobre a possibilidade de começar a tramitar a matéria antes da promulgação da reforma nacional. Nesse meio tempo, o presidente irá encaminhar aos parlamentares da Casa uma cópia da proposta e lê-la na semana que vem. Em seguida obedecerá às dez sessões para discutir a matéria.

“Teremos oportunidade de convocar debates com participação das categorias. Temos aqui deputados favoráveis, deputados contrários, todos terão oportunidade de apresentar suas emendas. Nós vamos ouvir a todos para colocar isso em pauta de maneira tranquila, mas com a celeridade que o regimento da Casa determina”, considerou Lissauer.

Sobre a abertura a emendas, o presidente afirma que nesse processo de diálogo o papel do líder do governo na Alego, deputado Bruno Peixoto (MDB), será fundamental, já que a matéria é proposta governista.

O deputado Lissauer finaliza afirmando não fazer previsões sobre a aprovação ou não da matéria, e diz que quem irá decidir é o parlamento. “Não posso afirmar se vai passar ou não”, finalizou.

Uma resposta para “Reforma da Previdência estadual começa a tramitar na semana que vem”

  1. Carlos Eduardo disse:

    Tem que ouvir também os maiores interessados, os servidores públicos!!!
    Os servidores estão sendo colocados como o problema do Poder Público em todas as esferas, quando na verdade não são nem de longe o que se apresenta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.