Lincoln Tejota assume diretório estadual do PROS e já monta chapa para 2018

Deputado deve filiar-se oficialmente ao partido em março do ano que vem, mas já responde pelo partido em Goiás

Lincoln Tejota durante entrevista no sábado | Foto: Fernando Leite

De olho em uma vaga para a Câmara Federal, o deputado estadual Lincoln Tejota assumiu, na última semana, o diretório do PROS em Goiás. Ainda filiado ao PSD, ele aguarda a janela partidária para concretizar a troca.

No entanto, isso não impede o parlamentar de já estar comandando o partido no Estado e trabalhando para formar uma chapa “consistente” de candidatos a deputado para o próximo ano.

A expectativa é que sejam eleitos pelo PROS ao menos quatro estaduais, com possibilidade, segundo ele, de chegar a seis. Hoje, o grupo conta com 65 pré-candidatos, sem os chamados “puxadores de voto”.

“Estou animado para a nova missão, o PROS será um dos partidos que sobreviverá a reforma política, pois em 2014 obteve 2,4% dos votos válidos — resultado obtido com menos de um mês de trabalho. Hoje o partido está estruturado, com possibilidade de fazer entre 15 e 27 deputados federais, temos bons nomes no País”, destacou.

O projeto é permanecer na base de apoio ao governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), apoiando o nome do vice, Zé Eliton (PSDB), ao governo e bancando a reeleição de Wilder Morais (PP). “Acreditamos no projeto do senador, não tem como não reconhecer o trabalho que desenvolve. Ajuda prefeitos, vereadores, recebe a todos”, enalteceu.

As declarações foram dadas durante o congresso “Senado e Câmara Municipais”, realizado no último sábado (25/11), na fazenda de Wilder Morais.

Lincoln Tejota trabalha para ser candidato a deputado federal em 2018 e garante ter apoio de 36 prefeitos eleitos, bem como de 250 vereadores — incluindo sua esposa, Priscilla Tejota (PSD), de Goiânia.

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.