Laudo confirma mistura de água e sujeira em combustível de posto da capital

Procon Goiás autuará dono do estabelecimento, localizado na Av. T-9, região Sudoeste. Outros dez também serão enquadrados

Darlene Araújo, superintendente do Procon-GO | Foto: Larissa Quixabeira/ Jornal Opção

Um laudo realizado pela Agência Nacional de Petróleo comprovou a adulteração de combustível do posto Carrefour, localizado na Av. T-9, no Setor Vila Bela (região Sudoeste da capital).

Em coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira (9/1), a superintendente do Procon Goiás, Darlene Araújo, apresentou o resultado, que atestou mistura de água com sujeira no diesel que era vendido pelo estabelecimento.

“Três amostras atestam partículas estranhas e mais de 75% de água no combustível. Foi justamente esse alto índice que alterou a temperatura de combustão, causando danos aos aparelhos do laboratório da UFG [Universidade Federal de Goiás]”, explicou. O nível máximo de água tolerado pela agência nacional é de apenas 0,07%.

Na última quinta-feira (5), fiscalização do Procon Goiás realizou operação de fiscalização no posto do Carrefour, após denúncias de clientes que tiveram seus veículos danificados. “Consumidores que tiveram prejuízos devem entrar com recurso na Justiça contra o proprietário pela venda de combustível adulterado. Nós iremos disponibilizar o laudo”, acrescentou.

Ainda de acordo com Darlene Araújo, a ANP é a responsável pela punição dos responsáveis pela adulteração. A multa é a partir de R$ 5 mil.

Laudo da ANP mostra nível de água muito acima do permitido por lei | Foto: Jornal Opção

O posto do Carrefour da T-9 está aberto, mas as duas bombas de diesel serão interditadas ainda nesta manhã até que seja feita a substituição do combustível adulterado e adequação necessária.

Em resposta à reportagem, a rede de supermercados afirma que começou um “rigoroso” procedimento para averiguar qualquer desvio de processo no posto citado. O Procon Goiás verificou as outras unidades de postos do Carrefour em Goiânia e não encontrou irregularidades. Confira íntegra da nota:

Após tomar conhecimento do caso, a rede começou um rigoroso procedimento para averiguar qualquer desvio de processo de forma isolada neste tanque de diesel, no posto citado. A venda do produto seguirá interrompida e será retomada apenas após o esclarecimento das causas e correções necessárias. A empresa informa que a qualidade é atestada por instituto independente, atendendo rigorosos padrões e a legislação vigente. A companhia segue à disposição dos clientes e autoridades.

Assessoria de imprensa do Carrefour

Outros

A superintendente do Procon-GO revelou, ainda, que outros dez postos serão autuados por adulteração de combustível, em sua  (etanol e gasolina). São seis em Goiânia, três em Senador Canedo e um em Aparecida de Goiânia. Os nomes dos estabelecimentos só serão revelados à tarde, informou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.