Justiça condena Caiado por propaganda eleitoral antecipada

Pré-candidato ao governo teria feito discurso com pedido expresso de voto para senador e pré-candidato à reeleição Wilder Morais, durante passagem em Morrinhos

Ronaldo Caiado e Wilder Morais | Reprodução

O pré-candidato ao governo de Goiás Ronaldo Caiado, do Democratas, foi condenado nesta semana pela Justiça eleitoral por propaganda antecipada. Consta na decisão assinada pelo juiz Vicente Lopes da Rocha Júnior que o caso teria ocorrido entre os dias 6 e 8 de abril durante evento no município de Morrinhos, quando o governadoriável teria feito discurso com pedido expresso de voto para Wilder Morais, senador e pré-candidato à reeleição.

“Nós temos aqui aquele que é meu companheiro de chapa, que é Wilder Morais, senador da República, e peço aqui aplausos e o voto para que nós possamos reconduzi-lo ao Senado”, disse Caiado na ocasião.

Wilder também foi alvo da denúncia, mas acabou sendo absolvido por não ter ficado demonstrado seu consentimento ou conhecimento prévio.

Procurada pelo Jornal Opção, a assessoria jurídica do senador Ronaldo Caiado afirma que respeita a decisão proferida pelo juiz eleitoral, mas que entende que o pré-candidato não realizou propaganda eleitoral antecipada. Por este motivo, irá recorrer da decisão.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Cb Stive

E qual foi a pena?