Justiça absolve 7 policiais militares acusados de assassinato

Os PMs foram absolvidos da acusação do assassinato de David de Morais, morto no dia 11 de março de 2001

Sete policiais militares foram absolvidos na última segunda-feira (30/6) da acusação do assassinato de David de Morais. Pelo entendimento do juiz da 1ª Vara Criminal de Goiânia, Jesseir Coelho De Alcantara, os policiais militares Clécio Teles Dos Santos, Fernando Moreira Dos Santos, Marcelo Morais Soares, Márcio Sergio Rosa, Paulo Quintino Filho, Ricardo Rocha Batista e Sebastião Alves Chavier agiram em legítima defesa.

Consta no processo que no dia 11 de março de 2001, por volta das 18h30, os acusados teriam perseguido e trocado tiros com a vítima em uma propriedade rural entre a Avenida Manchester e a BR-153, Jardim Novo Mundo. Segundo os acusados, David lançou três disparos na direção dos policiais. Repelindo a agressão, cada um dos policiais efetuou disparos contra o rapaz, ocasionando sua morte.

O tenente-coronel Ricardo Rocha, que na época era tenente da Polícia Militar, falou ao Jornal Opção Online sobre a sentença. “Fico satisfeito e agradecido à Justiça por entender a legitimidade de nossa ação. A justiça prevaleceu”, pontuou.

 *Atualizada às 8h45 do dia 2/7 para correção de informações. Diferentemente do informado anteriormente, este caso não possui qualquer relação com a Operação Sexto Mandamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.