Juros baixos e ampla linha de crédito impulsiona mercado imobiliário e Goiânia passa a vender mais

Concorrência entre bancos traz inovações aos modelos de financiamento. Pesquisa do setor aponta crescimento exponencial dos últimos três anos na capital

Foto: reprodução

Na mesma semana em que pesquisa do setor imobiliário apontou crescimento das vendas de imóveis em Goiânia, a Caixa anuncia mais um modelo de crédito atrativo aos consumidores. Movimentos de competição entre bancos registra momento histórico no País. Juros baixos e ampla linha de crédito pode impulsionar de vez o mercado, que passou por período de estagnação.

De acordo com a Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Goiás (Ademi-GO), responsável pela pesquisa que aponta crescimento, na capital, o acumulado de alta nas vendas de imóveis dos últimos três anos – de 2016 às 2019, foi de 60%. Mesmo com um dos m² mais baratos entre as capitais, o total de negociado chegou à R$ 2,5 bilhões em 2019.

Próximos anos

Para o presidente da Ademi, Roberto Elias, 2019 foi ano de vendas e lançamentos. Com taxas em menor patamar da história e crédito para construtoras investidores do setor da construção voltaram a sentir confiança no mercado, aponta o presidente, que prevê impulsionamento ainda maior com as novas linhas de crédito sendo oferecidas aos consumidores.

“Tinha-se muito receio do mercado com riscos de falta de recursos. A Caixa, por exemplo, agora pode negociar com fundos internacionais e imobiliários, o que melhora a condição do crédito”, pontua Roberto Elis, que segue explicando que com a nova linha com juros fixos à 8% oferecida pela Caixa representa estabilidade nos preços das prestações e abre portas à compradores que recentemente tiveram crédito negado.

“A pessoa que buscou financiamento há um ano e não conseguiu, pode agora ir ao banco e conseguir o crédito, porque a prestação baixou”, afirma o representante da Ademi. Roberto Elias chama atenção ainda de um novo modelo de empreendimento que deve começar a ser lançado na capital: apartamentos com um quarto.

“O que ocorre em São Paulo ocorre dois anos depois em Goiânia. Nesse ano de 2020 deve ter lançamento de um quarto. Voltou a ser vantajoso ser dono de um apartamento de um quarto. Ele vai ter o aluguel mais a valorização de 10% do imóvel em 2020. Se ele aluga a 0,5% ele vai ter 6% ao ano e no final 16%. É o momento ideal para investimento em imóveis para aluguel”, finaliza Roberto Elias.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.