Jovem morre após ser baleado durante treinamento do Exército em Goiás

Militar tinha apenas 20 anos. Chegou a ser socorrido, mas não resistiu

Foto: Reprodução

O jovem soldado Victor Campos Ferreira, de 20 anos, morreu na tarde da última quarta-feira (9/5), após ter sido atingido por disparo de arma de fogo durante treinamento do Exército na cidade de Formosa (GO), a 80 km de Brasília.

O jovem era primo do deputado federal João Campos (PRB), que lamentou a morte por meio de seu perfil oficial nas redes sociais. “Nós, Família Campos, estamos muito tristes e de luto. […] Orem, principalmente, pelos pais”, escreveu.

O deputado também criticou o uso de armas letais durante treinamentos. “Acho um absurdo o Exército, em pleno século XXI com todos os avanços tecnológicos, utilizar munição letal em treinamento, de qualquer nível. Vou levantar essa bandeira objetivando salvar a vida de outros militares”, completou.

O exército informou que uma equipe médica chegou a atender o rapaz, que foi levado para o Hospital Municipal de Formosa, mas não resistiu. Um inquérito policial militar deve ser instaurado para apurar o ocorrido.

Deixe um comentário