José Dirceu extrapola prazo para apresentação à PF

Ex-ministro viaja de carro de Brasília à Curitiba e não é considerado foragido

José Dirceu | Foto: Reprodução

O ex-ministro José Dirceu não se apresentou às 16h, à Superintendência da Polícia Federal (PF) de Curitiba, conforme havia sido determinado pela Justiça Federal. A prisão do petista foi emitida para cumprir a segunda condenação na Lava Jato.

“Detalhes da entrega devem ser acertados com a autoridade policial responsável pelo cumprimento do mandado de prisão. Não havendo acerto para entrega voluntária, a autoridade policial deverá comunicar o Juízo”, determinou o juiz Antônio Bonat, após pedido da defesa.

Segundo a rede de TV RPC, por estar em viagem e morar em Brasília, Dirceu deve chegar entre 19h e 20h30.Por ter manifestado disposição em se apresentar, Dirceu não será considerado foragido nesse período.

Condenação

José Dirceu foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro, em 2017. Este processo realizou investigação de propinas recebidas no contrato com empresa Apolo Tubulars para o fornecer equipamentos para a Petrobras, nos anos de 2009 a 2012.

A prisão foi determinada após, por unanimidade, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) negar o recurso da defesa. Os advogados do ex-ministro pediam prescrição da pena pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Na primeira instância, Dirceu tinha sido condenado a pena de 11 anos e 3 meses, mas o TRF-4 reduziu para 8 anos e 10 meses. Em áudio enviado a apoiadores, o petista diz que irá recorrer dessa nova decisão.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.