Jogador admite que matou transexual após temer que relacionamento viesse a público

Segundo a versão do atleta, a vítima disse que publicaria foto dos dois nas redes sociais

Divulgação

O jogador de futebol Douglas Gluszszak, de 22 anos, é o principal suspeito de matar Thalia Costa Barbosa, mulher transexual de 33 anos, encontrada morta na manhã desta quinta-feira (21/4) em São Borja, no Rio Grande do Sul. O corpo da vítima estava próximo a uma Estação de Captação de água às margens do Rio Uruguai.

Segundo informações do site UOL, Douglas foi preso em flagrante e assumiu a autoria do crime. Ele alegou que estava sendo ameaçado por Thalia, com quem mantinha um relacionamento recente.

“Ele conta que, nos últimos dias vinha recebendo ameaças da vítima, que publicaria fotos dele com ela nas redes sociais”, conta o delegado responsável pelo caso.

Detalhes da morte não foram revelador pelo jogador, que preferiu se manifestar apenas em juízo. Douglas é jogador da Associação Esportiva de São Borja. Em nota, o time classificou o atleta como “um esportista disciplinado”.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.