De acordo com o deputado federal, Republicanos deixou livre para que cada deputado tenha sua “liberdade de apoio”

Deputado estadual e pré-candidato à Câmara dos Deputados, Jeferson Rodrigues (Republicanos) afirma que, mesmo que partido ainda não tenha definido com quem irá caminhar pelo governo do Estado nestas eleições, o apoio dele será para o atual governador Ronaldo Caiado (UB). Segundo parlamentar, o partido deixou livre para que cada deputado possa constituir aliança de acordo com a própria base. Desta forma, a decisão pode gerar uma possível divisão de apoios para Caiado, que tem ao lado dele o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, e Gustavo Mendanha (Patriota), ambos pré-candidatos a Chefe de Estado.

Entre os nomes da ala caiadista está o próprio presidente do Republicanos em Goiás, o deputado federal João Campos, que é oficialmente pré-candidato do Republicanos ao Senado. Ele tenta espaço majoritário junto a Caiado e Daniel Vilela (MDB), pré-candidato a vice-governador, porém, atualmente, a vaga é disputada por uma série de pré-candidatos que também tentam estar do mesmo lado na chapa governista. Nesse contexto, vários dos nomes que buscam a única vaga de Goiás disponível nas eleições em outubro consideram a possibilidade de lançamento de uma candidatura avulsa, sendo um deles o João Campos.

No início de abril, um relatório técnico do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) permitiu que partidos lancem candidaturas independentes de chapa majoritária e coligação ao governo, na disputa ao Senado. Para o pré-candidato João Campos, essa não é a primeira opção do projeto do partido, mas, caso seja necessário, surge como opção viável.