Jardel Sebba acredita na aliança entre PSDB e MDB em Catalão

Tucano aposta na união para que a oposição saia vitoriosa nas eleições municipais, sobretudo em Catalão

Foto. Hedmilson Ornelas/Jornal Opção

O ex-deputado estadual Jardel Sebba (PSDB) acredita na viabilidade de aliança entre MDB e tucanos para as eleições municipais. De acordo com ele, a oposição só ganhará em Goiás se se unir em torno de nomes viáveis, principalmente nos municípios grandes e médios do Estado. “Divididos não sairemos do lugar. A questão é ver quem tem mais chances e investir que ganhamos fácil”, disse em entrevista ao Jornal Opção.

Sebba afirma já ter conversado com o presidente do MDB de Goiás, Daniel Vilela, sobre a possibilidade de alianças a serem feitas na região Sul do Estado, sobretudo em Catalão, base eleitoral do tucano. “Helder Galdino (MDB) [irmão do prefeito de Ouvidor Onofre Galdino] e Gustavo Sebba (PSDB) são bons nomes. Temos que olhá-los com outras lideranças da região e ver quem tem chances reais. Com isso, dificilmente perdemos”, avalia.

O tucano acredita que a avaliação dos goianos, sobretudo no interior, ao governo Ronaldo Caiado é péssima, por isso a chance de vitória da oposição é grande. “Acho que o Governo Caiado tem que começar. Ganhou no primeiro turno com 60% dos votos e tem responsabilidade nas mãos. Ele tem que esquecer o [ex-governador] Marconi Perillo, tem uma paixão mal resolvida. Não fez nada até agora”, brada.

Sebba diz que o nome de Daniel Vilela é agregador, pois é equilibrado e possui um projeto bom para Goiás. “A minha avaliação é que temos clima e, dependendo das circunstâncias, será o nome para 2022”, finaliza.

Em contraste com Sebba, o presidente do PSDB goiano, Janio Darrot, diz que a aliança entre MDB e PSDB é algo distante e deve ser feita com calma, embora também veja possibilidade de alianças pontuais nos municípios.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.