Indústria goiana se estabilizou em 2021, mas está em queda em relação a 2020

Os resultados vêm oscilando desde janeiro de 2021, com meses positivos e negativos

Segundo os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em novembro de 2021, a produção industrial goiana se estabilizou em 0,1% frente a outubro do mesmo ano, mas em comparação com o mesmo mês em 2020, houve queda de 3,9%. Dessa forma, a produção goiana já acumula 4,6% de queda no ano de 2021 e nos últimos 12 meses o acumulado é de -4,5%.

A queda de 3,9% nas industrias goianas se deu principalmente nos setores de: fabricação de coque, de produtos derivados do petróleo e de biocombustíveis (-33,8%); fabricação de produtos de metal, exceto máquinas e equipamentos (-14,0%); e a metalurgia (-5,2%).

Por outro lado, as atividades que apresentaram crescimento na produção foram a fabricação de veículos automotores, reboques e carrocerias (37,4%), sendo o nono aumento consecutivo, acumulando alta de 80,6% no ano; as Indústrias extrativas registraram um crescimento de 30,2%, sendo a nona alta consecutiva, acumulando 19,9% de alta em 2021; e a fabricação de outros produtos químicos (12,2%), acumulando alta de 9,5% no ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.