Humberto Aidar toma posse como conselheiro do TCM-GO

Ida do deputado a Corte abre caminho para o secretário de Aparecida de Goiânia, Max Menezes (MDB), na Assembleia Legislativa de Goiás  

O deputado estadual assumiu na tarde desta sexta-feira, 18, em cerimônia híbrida, parte presencial e outra on-line, o cargo vitalício de conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás (TCM-GO). A ida do parlamentar abre a vaga na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) para o suplente, o secretário da prefeitura de Aparecida de Goiânia, Max Menezes (MDB).

A sessão extraordinária na Corte foi presidida pelo conselheiro Joaquim de Castro, também ex-deputado. Aidar substitui o ex-conselheiro Nilo Resende, que se aposentou no ano passado.

A posse dele foi acompanhada pelo vice-presidente Daniel Goulart, os conselheiros Francisco Ramos, Valcenôr Braz, Sérgio Cardoso e Fabrício Motta. Além do procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC), Henrique Pandim. A missão do novo integrante, junto com os demais pares, é fiscalizar o uso de recursos públicos pelos municípios goianos.

Após sete legislatura como deputado estadual, como vereador, secretário de esporte de Goiânia, Aidar disse ao Jornal Opção que deixa Alego de cabeça erguida. “Sensação de dever cumprido, saio sem nenhuma mácula, sem nenhum processo, mas com a sensação que poderia ter feito muito mais.  Acho que a Assembleia pode fazer mais. Eu sou um entusiasta, sempre fui um deputado muito presente que participou de forma ativa das comissões, presidido CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), sendo relator de CPI. Enfim, acho que a Assembleia é o poder que pulsa, que está perto da população. Então, nós podemos fazer mais”, afirmou.

Nesta legislatura, o agora conselheiro destacou que houve duas conquistas importantes, como as emendas impositivas propostas pelo presidente Lissauer Vieira (sem partido) e também a mudança de endereço da Casa, que saiu do Setor Oeste e fui transferida para o Parque Lozandes. “Foram dadas melhores condições físicas e aparelhamento para os servidores, para a população que procura a Assembleia. É uma marca essa mudança da Assembleia”, frisa.            

Para o TCM-GO, o ex-deputado disse que levará a experiência na política, como secretário e deputado, de ver de perto as dificuldades das prefeituras e câmaras municípios. Na Corte, ele garante que estará para ajudar as gestões. “Eu sempre defendi que muito acima de questão de multa, de coisa que o valha, a gente tem que trabalhar muito com a orientação do poder público. Eu levo essa experiência e muita vontade de servir os municípios do estado de Goiás.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.