Homem morde mulher durante assalto na Tamandaré

Cláudio Silva Gois não conseguiu roubar relógio e agrediu a vítima. Lavadores de carro da região tentaram detê-lo e também foram mordidos

Motocicleta usada durante crime na Praça Tamandaré, na segunda-feira | Foto: Polícia Civil/Divulgação

Motocicleta usada durante crime na Praça Tamandaré, na segunda-feira | Foto: Polícia Civil/Divulgação

A polícia prendeu em flagrante um suspeito de levar joias, celulares, dinheiro e outros objetos de valor preferencialmente de mulheres. Cláudio Silva Gois, de 25 anos, foi detido na tarde de segunda-feira (8/7), quando tentou roubar uma jovem na Praça Estado Palestina (parte de baixo da Tamandaré), no Setor Oeste. No momento do crime, ele puxou o cabelo e a agrediu com mordidas em um dos braços após não conseguir retirar o relógio da vítima.

“A mulher descia rumo à Caixa Econômica Federal. Mas o crime foi frustado. Lavadores de carro que trabalhavam nas proximidades perceberem o movimento e detê-lo e também foram mordidos. O Cláudio resistiu pois é bastante violento. Muitos [lavadores] ficaram com marcas de sangue nas roupas”, relatou ao Jornal Opção Online Eli José de Oliveira, delegado titular do 4º Distrito Policial, no Setor Bueno, onde o preso será apresentado nesta manhã.

O investigador detalhou que o assaltante estava em uma motocicleta no momento do assalto. Ele praticava diversos crimes e é considerado de alta periculosidade por ter passagem por tráfico de drogas, roubo e ter recentemente trocado tiros com outro bandido no Setor dos Funcionários. “Foi atingido por cinco disparos chegou a ficar internado por cinco meses no Hugo.”

Segundo a polícia, Cláudio tentou levar da mulher R$ 800 reais em dinheiro e um aparelho celular no valor de R$ 900 reais. Eli de Oliveira ainda apura os motivos de o criminoso não estar portando nenhuma arma durante o assalto de ontem, já que era comum o preso utilizá-la.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.