Haddad chama Bolsonaro de “covarde”e diz que ele é “motivo de piada no exterior”

Petista voltou a cobrar participação do adversário em debates 

Foto: Reprodução

Às vésperas do segundo turno, o candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, iniciou o dia desta quarta-feira (24/10)  com críticas mais contundentes contra o adversário Jair Bolsonaro (PSL). O petista chamou Bolsonaro de “covarde” e “motivo de piada no exterior”. Ele voltou a cobrar a participação do adversário em debates e disse que ele não tem coragem de enfrentá-lo.

“Ele [Bolsonaro] não está aqui para dizer na minha cara, para dizer as mentiras que ele fala no WhatsApp”, afirmou. “Ele [Bolsonaro] não dá medo em ninguém, mas o que está por trás dele dá.”

Em entrevista à CBN do Rio de Janeiro, Haddad foi entrevistado pelo âncora Milton Jung que afirmou, em duas oportunidades, que Bolsonaro foi convidado a participar na emissora, mas assessores não responderam à proposta. “Jair Bolsonaro abriu mão”, disse o jornalista.

A cada pergunta feita, Haddad respondia com mais críticas a Bolsonaro. “Ele é um covarde que durante 28 anos não fez nada por esses assessores”, afirmou o candidato. “Nada de resultados.” (Com Agência Brasil) 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.