Grupo feminista e pró-Bolsonaro defende pena de morte e acumula milhares de seguidores

Página no Facebook tem 20 mil curtidas e vem chamando a atenção de internautas

Reprodução

Feminismo e Bolsonaro, uma combinação um tanto quanto inusitada tem chamado a atenção de internautas nesta semana. No Facebook, o grupo “Sou Feminista e apoio Bolsonaro” já acumula quase 20 mil curtidas e muitos curiosos.

O anseio por maior segurança e punição mais severa aos autores de violência contra a mulher é o principal argumento do grupo para a defesa do deputado e pré-candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSC).

Em um texto publicado no Facebook, os moderadores da página amenizam as críticas e dizem que o deputado é acusado de crimes que na verdade não cometeu e também é alvo de notícias falsas e sensacionalistas, motivadas sempre por “motivos bobos”.

O grupo também se posiciona contrário a pautas tradicionalmente feministas, como a legalização do aborto. Além disso, e principalmente, defende abertamente a pena de morte em casos de estupros e homicídios.

“Se apoiar Bolsonaro nessas causas é ser fascista, prefiro ser fascista e preservando minhas ideias. Não é questão de direita e esquerda, e sim o que progride na sociedade em benefícios para todos”, escreve.

3
Deixe um comentário

3 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
Wu Tang Forever

Síndrome de Estocolmo?

Liliane

Em um país corrupto como o Brasil atual, e com um Judiciário que tem decidido contra a constituição, como ser a favor da pena de morte? Atualmente, com a revolução em marcha, é muita inconseqüência. Veja mais sobre metodologia socialista aqui: http://carlosliliane64.wixsite.com/magiaeseriados

Larissa de Assis Pimenta Rodrigues

kkkkkkkkkkkkkk esse grupo é tão obviamente fake :P feministas jamais apoiariam algo parecido com bolsonaro, ainda mais o próprio modelo de imbecilidade como ele próprio. Que estratégia de produzir eleitores, hein…! tendo que recorrer a isso porque falta plano de governo, hein! Deus ta vendo O.O