Governo decide elevar tributos sobre combustíveis e pode aumentar outros impostos

Decisão pretende cobrir o buraco das receitas públicas e evitar revisão da meta de déficit

O governo federal decidiu nesta quarta-feira (19/7) que irá aumentar tributos que incidem sobre os combustíveis. O objetivo da medida é cobrir o buraco nas receitas públicas e evitar uma revisão na meta de deficit de R$ 139  bilhões neste ano. A informação é da Folha de São Paulo.

Em reunião no Palácio do Planalto, o presidente Michel Temer concordou com os argumentos apresentados pela equipe econômica e deu aval para a elevação de tributos.

Em primeiro momento, haverá aumento de PIS e Cofins cobrados sobre a gasolina e o diesel. O decreto que define a nova alíquota será publicado nesta quinta-feira (20) em uma edição extra do Diário Oficial da União.

De acordo com o Estadão, com rombo de R$ 10 bilhões nas contas deste ano, Planalto estuda também elevar outros tributos para fechar as contas. De acordo com o jornal, três alternativas estão em análise: IOF sobre operações de câmbio à vista, ou IOF sobre operações de crédito, ou Cide-combustível.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.