Governo de Goiás e Ministério de Cidades assinam contrato de R$ 380 mi para saneamento

Previsão é de que obras nas cidades de Goiânia, Anápolis e Aparecida de Goiânia tenham início em agosto de 2018

Autoridades participam de solenidade da assinatura do convênio, em Brasília | Foto: Divulgação

O governador Marconi Perillo (PSDB) e o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, assinaram na manhã desta sexta-feira (29/12), em Brasília, contrato de investimentos de R$ 380 milhões para a realização de obras de saneamento em Anápolis, Goiânia e Aparecida de Goiânia.

O convênio foi firmado entre os governos federal e estadual, por meio da Saneago e a Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos (Secima) e o Ministério das Cidades e a Caixa Econômica Federal.

Também participaram da solenidade de assinatura do contrato o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (PMDB),  o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Marun, o presidente da Saneago, Jalles Fontoura, e o deputado federal Pedro Chaves (PMDB-GO).

Dos R$ 380 milhões, R$ 264,6 milhões serão aplicados na ampliação do Sistema de Água de Aparecida de Goiânia, por meio da integração com Goiânia, a partir do Sistema Produtor João Leite, com o Sistema Meia Ponte – o Projeto Linhão.

Com esse empreendimento, a previsão é que Aparecida de Goiânia seja totalmente abastecida pelo novo Sistema Mauro Borges (João Leite) substituindo gradativamente o sistema Lajes e demais existentes, além de abastecer as regiões atualmente não atendidas, viabilizando a universalização dos serviços.

Para Anápolis, estão reservados R$ 114 milhões, que serão empregados na ampliação, melhoria e reestruturação do Sistema de Abastecimento de Água do município, compreendendo a extensão das captações Piancó I e II, implantação de novo módulo de tratamento para a ETA Anápolis (incremento de 400 litros por segundo), centros de reservação, elevatórias de água tratada e remodulação e ampliação de redes de distribuição.

As obras serão executadas em 24 meses e, após os procedimentos de licitação e contratação, a previsão é de que comecem até 1.º de agosto de 2018. Os recursos são oriundos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e serão destinados por meio do programa Saneamento Para Todos, do Ministério das Cidades. O contrato será assinado também em Goiânia nesta sexta-feira, às 14 horas, em solenidade na Sala de Reuniões do 10.º Andar do Palácio Pedro Ludovico Teixeira.

Saneamento Para Todos

Os contratos foram firmados no programa Saneamento Para Todos, do Governo Federal. Ao todo, a Caixa Econômica Federal liberou R$ 951,26 milhões em empréstimos a companhias estaduais de saneamento de Goiás e outros três, com assinatura de 24 contratos nesta sexta (29). Os recursos, do programa Saneamento para Todos, são destinados aos estados do Espírito Santo, Pernambuco e Rio Grande do Sul. A fonte dos recursos são o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Com essas contratações, a Caixa informou que atingirá o montante de R$ 4,084 bilhões em financiamentos ao saneamento ambiental.

Em Pernambuco, são R$ 321,490 milhões para obras e serviços no sistema de abastecimento e água e esgotamento sanitário. No Espírito Santo, a liberação é de R$ 63,564 milhões para obras e serviços de esgotamento sanitário e desenvolvimento institucional. Também foram liberados R$ 210,568 milhões para o Rio Grande do Sul para investimento no sistema de água e esgotamento sanitário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.