Governo apoia antecipação das eleições para mesa diretora da Alego

O projeto fará modificações no Regimento Interno da Casa criando o cargo de 3º vice-presidente e estabelecendo representatividade de duas vagas das nove totais para deputadas mulheres

Bruno Peixoto afirma estar satisfeito com desempenho da Casa | Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

Será apreciado em segunda votação o projeto de lei nº 3912/19, do deputado Lucas Calil (PSD) e outros, que antecipa a eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) para o dia 30 de outubro. O líder do Governo na Alego, Bruno Peixoto (MDB) se manifestou favoravelmente ao tema, que em primeira votação teve unanimidade dos 31 presentes. 

Bruno Peixoto afirmou que o Governo tem visto com bons olhos a presidência de Lissauer Vieira (PSB), tido como favorito para continuar na presidência da Alego. O parlamentar disse: “Lissauer está conduzindo com maestria a Casa de mãos dadas com o governador Ronaldo Caiado (Dem). O Governo não tem, de forma alguma, interesse em interferir nesse processo. Estamos contentes e todas as matérias enviadas ao legislativo foram aprovadas.”

Segundo Bruno Peixoto, o propósito da antecipação das eleições é desapertar a agenda dos deputados estaduais em 2020. “Ano que vem é um ano eleitoral”, afirmou Bruno Peixoto. “Antecipando as eleições, evitamos tumulto em relação ao tempo dos parlamentares para se dedicarem às campanhas eleitorais. Vejo com naturalidade.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.