Goiás está entre os estados que mais devem crescer em 2017

Mapa da recuperação econômica do Brasil aponta crescimento puxado pelo agronegócio. Sete entes federativos, entretanto, devem encolher

Divulgado nesta segunda-feira (11/9) com exclusividade pelo jornal “Valor Econômico”, o estudo “Mapa da recuperação econômica”, dos economistas Everton Gomes e Rodolfo Margato, do banco Santander, mostra Goiás entre os estados brasileiros que devem apresentar alta no Produto Interno Bruto (PIB) de 2017.

Acima da média nacional, que é de 0,5%, Goiás está entre os quatro estados que devem mais crescer neste ano, com uma estimativa de 2,2%. Logo atrás aparecem Santa Catarina (2%), Tocantins (1,9%), Piauí (1,7%), Paraná (1,7%) e Rio Grande do Sul (1,5%).

Mato Grosso (5,1%), Maranhão (3,1%) e Mato Grosso do Sul (2,4%) lideram. Conforme o que foi apurado no estudo, a economia destes estados apresentaram saldo positivo sobretudo pelo setor do agronegócio.

O relatório busca antecipar o resultado do PIB por entes federativos, dados que são calculados e divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com três anos de defasagem das Contas Nacionais.

Ainda de acordo com o estudo, apesar da sinalização de que o pior da crise tenha ficado para trás, sete unidades da federação ainda devem apresentar queda no PIB, são eles: Rio de Janeiro (-1,4%) Alagoas (-1%), Pernambuco (-0,6%), Bahia (-0,3%), Acre (-0,3%), Pará (-0,2%) e Distrito Federal (-0,2%).

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.