Goiânia perde assento no Comitê de Bacias Hidrográficas do Rio Paranaíba

CBH do Rio Paranaíba estabelece diretrizes para o utilização e conservação dos recursos hídricos, cujo Rio Meia Ponte faz parte 

Goiânia não é mais titular no Comitê de Bacias Hidrográficas (CBH) do Rio Paranaíba. Esse fórum reúne representantes de vários municípios, entidades e sociedade civil para discutir e definir o uso dos recursos hídricos, ou seja, d’água na bacia. Segundo o ex-conselheiro do fórum, o servidor público municipal Gabriel Tenaglia, a Capital sempre esteve ausente das discussões do comitê. “Entretanto, em 2017, alertado pelos analistas da AMMA, o ex-prefeito Iris Rezende e seu presidente da AMMA, Gilberto Marques, compreenderam a importância de se participar desses parlamentos e pleitearam o retorno aos comitês”, lembra. 

Tenaglia salienta que ao fazer parte do CBH do Rio Paranaíba, Goiânia estava na vanguarda das discussões e contribuindo para a definir as diretrizes acerca da conservação das águas em uma bacia que abrange quase a metade do  Estado, na qual está inserida a bacia no Rio Meia Ponte, principal fonte de abastecimento da população do município. O servidor relata que por quatro anos foi conselheiro da Capital no CBH estadual, cujo “posto é voluntário e sem retorno financeiro” e mesmo assim foi retirado da função.

“Participamos do processo eleitoral e Goiânia foi eleita para representar os municípios da bacia (do Rio Meia Ponte), em especial na Câmara Técnica de Planejamento Institucional (CTPI)”, rememora. No entanto, segundo ele, tudo foi perdido quando os representantes deixaram de comparecer na Setorial dessa terça-feira, 12, na plenária realizada na sede da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (FAEG).

“Perdemos a oportunidade de dialogar com os outros representantes do poder público municipal”, lamenta. Agora, a Capital é apenas suplente do município de Cristalina. Ao Jornal Opção, a Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) informou que continua “participando como suplente” e que seguirá “acompanhando de perto todas as demandas do comitê”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.