Goiânia é a 11ª capital com maior número de mortes por crimes violentos

Cidade teve 46,66 homicídios por taxa de 100 mil habitantes em 2014. Já Goiás aparece na mesma posição quando se fala em investimentos no setor

Avenida Mangalô, Região Noroteste, em Goiânia. Cidade ficou na 11ª colocação na lista | Marcello Dantas

Avenida Mangalô, Região Noroteste, em Goiânia. Cidade ficou na 11ª colocação na lista | Marcello Dantas

Goiânia aparece na 11ª colocação no ranking das capitais mais violentas do País em 2014. A lista está no 9º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado nesta quarta-feira (30).

A capital do estado registrou 46,66 mortes por cada 100 mil habitantes em crimes de homicídio doloso e agressão e roubo seguidos de morte. Em relação a 2013, o número é 4,04% maior. No ano anterior foram 44,85.

Os casos mais críticos estão no Nordeste brasileiro, onde oito das nove capitais da região estão na lista das dez maiores taxas de crimes violentos letais. Fortaleza ganha com 77,3 mortos. Na sequência vem Maceió (69,53), São Luís (69,07), Natal (65,89), João Pessoa (61,61), Teresina (53,06), Belém (51,23), Salvador (48,12), Cuiabá (47,44) e Aracajú (47,13). A única que não está no topo é a Recife (PE). Na sequência vem Goiânia.

De acordo com o levantamento, a cada meia hora uma pessoa foi assassinada em capitais brasileiras em 2014. São 15.932 vítimas em relação ao ano anterior. Uma alta de 0,8%.

As fontes para os estudos são as secretarias estaduais de Segurança Pública e/ou Defesa Social e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), além do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. São considerados crimes violentos letais intencionais a soma dos casos de homicídio doloso, lesão corporal seguida de morte e latrocínio (roubo seguido de morte).

Investimentos

Quando se fala em recursos financeiros investidos no setor da Segurança Pública Goiás tem a segunda maior variação entre o dinheiro aplicado nos dois últimos anos: são 40,7%.

A despesa per capita em 2014 foi de R$ 332,72 milhões. Em 2013 o índice chegou a R$ 236,54 milhões. No ranking geral de 2014 o estado ficou em 11º lugar. O estudo considera ainda valores pagos pelo governo federal.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Caio Maior

Diante dos números divulgados – e da gravidade da situação – sugiro ao Jornal Opção entrevistas com especialistas em Segurança Pública para analisar a realidade em Goiás: o aumento dos investimentos nesse setor não impediu o aumento da violência.