Goiânia começará a vacinar por faixa etária a partir da próxima remessa do imunizante

Segundo a SMS, ainda não há previsão de quando será o recebimento de novo lote de vacinas. E com o objetivo acabar com o estoque da Pfizer/ Biontech recebidas na última quinta-feira, 27, a prefeitura de Goiânia realiza força-tarefa neste sábado, 29

Após reunião da Comissão Intergestores Tripartite (CIT) , Gestores Municipais de Saúde de Goiás participaram de uma reunião extraordinária da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) para alinhar e pactuar as alterações propostas pelo Programa Nacional de Operacionalização da Vacinação contra COVID-19.

A proposta pactuada foi a de que à população em geral seja destinada 70% das doses e aos grupos prioritários, até 30%. O pacto terá validade já a partir das próximas remessas de doses que chegarem ao Estado. Nesse sentido, a secretaria de Saúde de Goiânia começará a vacinar a população por ordem decrescente, a partir de 59 anos e ao mesmo tempo seguir com a imunização do grupo prioritário estabelecido Plano Nacional de Operacionalização (PNO) da vacinação contra a Covid-19.

Força-tarefa

No entanto, segundo a SMS, ainda não há previsão de quando será o recebimento de novo lote de imunizantes. Neste sábado, 29, a prefeitura de Goiânia irá realizar uma força-tarefa para aplicação de mais de 13 mil doses da vacina contra a Covid-19. O imunizante da Pfizer será aplicado em pessoas com deficiência, portadores de comorbidades e trabalhadores da Educação Infantil nos 31 postos de vacinação disponibilizados para a população.

Goiânia já aplicou 588.119 doses contra a Covid-19 em mais de sete grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde.  A ação deste sábado visa acabar com o estoque de vacinas da Pfizer/ Biontech recebidas na última quinta-feira, 27.

O atendimento é exclusivo por agendamento pelo aplicativo Prefeitura 24 horas, apenas na modalidade para pedestres.

O grupo de professores e trabalhadores da Educação Infantil (ensino regular) atende pessoas com 18 anos ou mais e que trabalham na Capital. Isso inclui merendeiros, administrativos, auxiliares e agentes educacionais, tanto da rede privada quanto pública.

Atenção para mudanças

Neste sábado, não haverá atendimento nas escolas municipais, Estádio Serra Dourada, Shopping Cerrado e Shopping Passeio das Águas. Entre os pontos de vacinação estão unidades de saúde, além da Área I da PUC.

A relação de comorbidades e deficiências para a vacinação, documentação necessária para receber as doses e postos de atendimento estão disponíveis no site: www.goiania.go.gov.br/imunizagyn.

Início da vacinação da população geral

De acordo com a nota técnica divulgada pelo Ministério da Saúde, em janeiro de 2021 foi iniciada a Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, com quantitativo limitado de doses. Em virtude do cenário de indisponibilidade imediata de vacinas COVID- 19 a toda população brasileira em etapa única, se fez necessário definir e escalonar os grupos prioritários, seguindo os critérios de riscos de agravamento e óbito pela doença; necessidade da manutenção do funcionamento dos serviços essenciais e vacinação de grupos com elevado grau de vulnerabilidade social.

O PNI, até a presente data, viabilizou às Unidades da Federação a entrega de aproximadamente 96,1 milhões de doses de vacinas COVID-19 que, conforme estimativa do público alvo, assegurou o atendimento de 100% dos seguintes grupos prioritários: pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas , pessoas com deficiência, povos indígenas vivendo em terras indígenas, trabalhadores de saúde, pessoas com 60 anos e mais, povos e comunidades tradicionais ribeirinhas, povos e comunidades tradicionais quilombolas e trabalhadores portuários.

Ainda, com a 21ª pauta de distribuição, estão sendo contemplados parte dos grupos prioritários: pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas com comorbidades e pessoas com deficiência permanente (46,8%), forças de segurança e salvamento e forças armadas – restrita aos profissionais envolvidos nas ações de combate à Covid-19 – (38,6%) e trabalhadores de transporte aéreo (78%).

Considerando o avanço já alcançado na vacinação dos grupos de maior risco para formas graves daCcovid-19, foi pactuado por se iniciar a vacinação dos trabalhadores da educação de maneira concomitante com o seguimento do plano e de forma escalonada. Desta forma, serão enviados percentuais do total de doses para o seguimento do ordenamento dos grupos pré-definidos e em paralelo serão enviados quantitativos para o início da vacinação da população geral (18 a 59 anos), de maneira escalonada e por faixas etárias decrescentes, até o atendimento total da população brasileira acima de 18 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.