Goiana se passava por homem para aplicar golpes em outras mulheres

Presentes caros e declarações de amor diárias fizeram com que vítimas chegassem a acreditar que estavam noivas do então pretendente

Divulgação/PC Goiás

A Polícia Civil de Goiás prendeu nesta semana uma mulher suspeita de se passar por homem nas redes sociais e aplicar golpes em outras mulheres. Bruna dos Santos Batista de Oliveira responderá pelo crime de estelionato.

Segundo informações da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), há cinco anos, Bruna interagia com mulheres usando diversos nomes falsos e as conquistava com declarações de amor diárias e presentes caros, como cestas, ursos de pelúcia, buquês de rosas e atés mesmo anéis de noivado.

As vítimas aceitavam a proposta de namoro virtual e algumas chegavam até mesmo a acreditar estarem noiva, mesmo sem nunca ter estado na presença do “pretendente”.

Bruna pedia dinheiro às mulheres para custear um suposto tratamento de câncer no Hospital Sírio Libânes e nos Estados Unidos. Uma das vítimas chegou a ter prejuízo no valor de R$ 80 mil.

A polícia ainda não informou exatamente quantas pessoas caíram no golpe da possível estelionatária, nem o total do prejuízo estimado durante os cinco anos em que ela aplicou o golpe.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.