Gilberto Barros diz que ser gay não é normal: “Minoria está vencendo a maioria”

Em entrevista ao site humorístico Não Salvo, Leão negou ser homofóbico, mas disse que não é “natural” ser “veado ou sapato”

O apresentador Gilberto Barros, o Leão, causou polêmica ao dizer, em entrevista ao site humorístico Não Salvo, que a homossexualidade não é natural. “Hoje em dia, com essa desculpa de liberdade, a minoria está vencendo a maioria brasileira, o que é uma hecatombe. O poste faz xixi no cachorro. A banana come o macaco. A gente está achando que é natural ser veado ou sapato”, declarou.

“Tenho grandes amigos homossexuais, mas eles sabem que não acho normal ser homossexual”, declarou ele, para em seguida emendar dizendo não ser homofóbico. Depois, defendeu que se combata a homofobia que, na sua opinião, não engloba seu comentário.

Além de dizer que a homossexualidade não era natural, ele disse também que é uma das causas da falta de nacionalismo. Depois que ele deixou a gravação do podcast “Não ouvo”, os apresentadores afirmaram que a opinião do apresentador não condizia com a deles.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.