Gameleira de Goiás terá primeira obra inaugurada do Programa Goiás na Frente

Marconi firmou convênio com a prefeitura, no valor de R$ 1 milhão, para asfaltar todas as ruas do município que ainda estavam na terra; obra será inaugurada este mês

Prefeito de Gameleira de Goiás

A cidade de Gameleira de Goiás, no Sudeste goiano (região da Estrada de Ferro), terá a primeira obra inaugurada pelo Programa Goiás na Frente. Prefeito do município, Wilson Tavares (PP) justifica ter “saído na frente” das demais cidades que firmaram convênio com o Governo de Goiás.

“Fizemos rapidamente o projeto da obra e reunimos os documentos. Por isso, Gameleira está entre as primeiras prefeituras que receberam as primeiras parcelas do Programa. Consequentemente, seremos o primeiro a terminar a obra, que está com 90% concluída”, informou.

O governador Marconi Perillo assinou convênio com o município, que recebeu a primeira parcela em 23 de maio e a segunda dia 10 de julho. A previsão é de que a obra seja inaugurada ainda este mês, com a presença do governador.

Com o recurso, todas as ruas do Distrito do Mocambinho receberam pavimentação asfáltica, único local da cidade que ainda possuía ruas de terra. “Ao final da obra, não existirão ruas sem asfalto na minha cidade”, comemorou o prefeito, que instalou galerias pluviais para escoamento da água das chuvas para que o asfalto tenha maior durabilidade. “Pavimentação traz progresso, melhora a qualidade de vida das pessoas, impacta diretamente na saúde das pessoas”, frisou.

 

O prefeito elogiou o trabalho de Marconi para a região Sudeste e ainda citou mais uma obra em Gameleira de Goiás, que está sendo beneficiada com a pavimentação do trecho que liga a cidade ao município de Silvânia, na GO-437.

A obra na GO-437, com investimento de R$ 5.131.937,44, está 86,86% concluída. “Será uma importante rota de escoamento da safra. Tanto de grãos como de leite, além do transporte dos munícipes, de Gameleira e de Silvânia e, desta forma, interligando, por asfalto, o nosso município com os demais do Estado”, informou.

 

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.