Fundador da loja Ricardo Eletro é solto após depoimento

Ele foi preso na quarta-feira em investigação que apurou sonegação de R$ 400 milhões em impostos

O empresário Ricardo Nunes, fundador da Ricardo Eletro, deixou a prisão na tarde desta quinta-feira, 9, após prestar depoimento ao Ministério Público. Ele foi preso na quarta-feira em investigação que apura sonegação de R$ 400 milhões em impostos.

O depoimento durou três horas. O advogado Sérgio Leonardo disse ao jornal O Globo que ele respondeu todas as perguntas. Ele saiu no carro do sistema prisional e encaminhado para o Centro de Remanejamento de Presos (Ceresp) Gameleira.

Entre os gestores alvos da operação contra lavagem de dinheiro e sonegação fiscal realizada na quarta estão, além de Ricardo, o irmão mais novo Rodrigo Nunes, e a filha mais velha, Laura Nunes.

Segundo apurou a fazenda de Minas Gerais, a empresa omitia recolhimento de ICMS há uma década.

Ricardo foi preso em São Paulo, mas encaminhado para Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, onde passou a noite preso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.