Foragido é pego usando documento de presidiário e tenta subornar PM. Veja vídeo

Caso inusitado aconteceu em Caldas Novas. Policiais gravaram o momento em que a esposa do foragido oferece R$10 mil para ele ser solto

Casal é preso tentando subornar policiais |Foto: Divulgação PM

Uma equipe da Polícia Rodoviária Estadual de Caldas Novas abordou na última quinta-feira (30/11)  um veículo Onix que era ocupado por dois homens. O passageiro se apresentou com identidade em nome de José Francisco de Jesus Vieira, e após verificação, a PM constatou que o documento pertencia a  indivíduo que cumpre pena no regime fechado no presídio de Caldas Novas.

Ao ser questionado, o homem que apresentou a documentação falsa, confessou que conseguiu a identidade em uma rádio da cidade depois de fazer anúncio de que havia perdido os documentos. Ele se apropriou do RG e trocou a foto, só não sabia que o verdadeiro dono era um presidiário.

O homem, que na verdade se chama Eder Avelino Furtunato, era foragido da justiça e tinha mandados de prisão por estelionato nos estados da Bahia e Rondônia.

Para se safar mais uma vez da prisão, Eder pediu que a esposa fosse ao local para tentar subornar os policiais. A mulher levou a quantia de R$10 mil reais (veja vídeo) para que o marido fosse solto.

A ação toda foi filmada pelos próprios Pms que deram voz de prisão ao casal. Eder foi autuado em flagrante pelos crimes de uso de documento falso e corrupção ativa, além de ter cumprido o mandado de prisão. A esposa de Eder também foi presa em flagrante pelo crime de corrupção ativa.

Em entrevista ao Jornal Opção, o Coronel Márcio, comandante de Policiamento Rodoviário, destacou que esse é procedimento padrão utilizados pelos policiais da corporação.

“Essa não é uma atitude isolada não. Esse é o procedimento padrão da Polícia Militar. Todo cidadão que tentar nos subornar terá esse tratamento”, afirma.

Veja vídeo:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.