FMI prevê queda do Brasil na lista das maiores economias do mundo

País deve ficar na nona posição do ranking, sendo ultrapassado por Índia e Itália. Expectativa é de que o PIB fique na casa dos US$ 1,8 trilhão, pior resultado desde 2007

| Foto: Divulgação

Previsão do FMI é de que os EUA permaneçam na primeira colocação | Foto: Divulgação

As previsões do Fundo Monetário Internacional (FMI) para o fim de ano do Brasil não são boas: segundo a instituição, o país deve cair da sétima para a nona posição no ranking das maiores economias do mundo. De acordo com a Folha de São Paulo, em 2015, Índia e Itália podem ultrapassar o PIB brasileiro, que deve ficar na casa do US$ 1,8 trilhão. É o pior resultado desde 2007, quando o país era o décimo colocado na lista.

O PIB desse ano deve ser meio milhão de dólares menor que o de 2014, que era de US$ 2,3 trilhões. É o menor valor desde 2009. A previsão é de um encolhimento de 3%, bastante influenciado pela alta no dólar, que chegou a ultrapassar os R$ 4, e pela crise interna.

De acordo com a projeção de outubro do FMI, os EUA devem ficar em primeiro, com PIB de US$ 18 trilhões, seguido da China, cujo PIB deve fechar na casa dos US$ 11,4 trilhões. O Japão vem logo depois, com US$ 4,10 trilhões. Alemanha, Reino Unido, França, Índia e Itália devem aparecer antes do Brasil. O Canadá fecha a lista das dez maiores economias.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.