Flamengo toma susto no primeiro tempo, impõe ritmo no segundo e elimina Al-Hilal

Rubro-negro carioca sai atrás na etapa inicial, faz três na volta ao gramado e aguarda vencedor de Liverpool (ING) e Monterrey (MEX) na final da competição

Bruno Henrique marca gol da virada rubro-negra na semifinal do Mundial de Clubes | Foto: Getty Images

A esperada estreia do Flamengo no Mundial de Clubes, disputado no Qatar, veio com um susto no primeiro tempo da semifinal da competição. No Estádio Internacional Khalifa, na cidade de Doha, o rubro-negro viu o Al-Hilal abrir o placar 18 minutos da etapa inicial com o camisa 29, o meia Salem Al-Dawsari.

Em cruzamento rasteiro da direita, o Al-Dawsari recebe livre na grande área e chuta cruzado. A bola bate no zagueiro Rodrigo Caio, sobe e mata o goleiro Diego Alves. O primeiro tempo termina com a vantagem por 1 a 0 para a equipe da Arábia Saudita.

Já no segundo tempo, o Flamengo não demora para empatar a partida. Em bela jogada aos 4 minutos da epata final, Rafinha toca na direita para Gabigol, que enfia Bruno Henrique na área. Livre, o atacante coloca Arrascaeta sozinho para bater com o pé direito para o gol vazio.

Aos 33 minutos, Diego encontra Rafinha na lateral direita. O jogador cruza na cabeça de Bruno Henrique. O atacante aproveita a saída errada do goleiro Abdullah Al-Maiouf e só tem o trabalho de escorar para o gol que vira a partida para os cariocas: 2 a 1.

Quatro minutos depois, Bruno Henrique recebe passe de Diego na ponta esquerda da área e cruza rasteiro para perto do gol. Gabigol esperava no segundo pau para concluir a jogada, mas o zagueiro Ali Al-Bulayhi chega antes para cortar com o pé direito. A tentativa dá errado, a bola bate na trave esquerda por dentro e entra.

Com o gol contra, a partida foi definida em 3 a 1 para o Flamengo sobre o Al-Hilal, ex-clube do técnico português Jorge Jesus, hoje no comando do time carioca. Os rubro-negros aguardam a definição do outro finalista do Mundial de Clubes, que sai amanhã às 14h30 da partida Monterrey, do México, e Liverpool, da Inglaterra.

Dois minutos depois, aos 38 do segundo tempo, o peruano Carrillo dá um chute na perna direita de Arrascaeta e é expulso. O Al-Hilal jogou os sete minutos finais do tempo normal da partida com um jogador a menos.

Decisão

A final será disputada em jogo único no sábado, 21, às 14h30. Se o Liverpool se classificar para a decisão, os dois clubes reeditarão a final de 1981, quando o Flamengo goleou os ingleses por 3 a 0 em partida realizada no Japão. Os flamenguistas venceram com três gols no primeiro tempo, marcados por Nunes aos 13 minutos, Adílio aos 34 e Nunes novamente aos 41 minutos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.