Filha de Caiado, procuradora-geral confirma saída da gestão Iris alegando questões políticas

Decisão foi tomada depois que o prefeito anunciou apoio a Daniel Vilela (MDB)

A Procuradora-Geral do Município, Anna Vitória Caiado, vai mesmo deixar a Prefeitura de Goiânia. Filha do pré-candidato ao governo de Goiás Ronaldo Caiado (DEM), Anna Vitória tomou a decisão dias após o prefeito Iris Rezende anunciar apoio à candidatura de Daniel Vilela, ambos do MDB.

Em reunião com os procuradores nesta terça-feira (27/3), a Procuradora-Geral deu a entender que só está entregando o cargo porque o pai, Ronaldo Caiado, e o próprio prefeito, Iris Rezende, não aceitaram que ela continuasse na PGM, por “questões políticas”. Anna Vitória confirmou que só fica no cargo até o próximo dia 6 de abril.

Boatos de que a procuradora poderia abandonar o Paço ganharam força na última quinta-feira (22), quando Anna Vitória não compareceu à sessão especial na Câmara Municipal de Goiânia que homenageou os procuradores do município.

Além disso, nem a chefe da PGM nem o prefeito Iris Rezende mandaram representantes, o que causou estranheza, visto que compunham a mesa, entre outras autoridades, representantes da Procuradoria-Geral do Estado (PGE-GO) e do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB).

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.