FHC diz que movimento por impeachment é precipitado: “Não pode ser tese”

Ex-presidente fala diretamente com o Congresso. Sem citar o PSDB, FHC afirma que um partido não pode pedir  impeachment  sem antes ter algo concreto

fhc

Foto: Facebook

O ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso, na contramão ao que o PSDB tem organizado no Congresso, criticou neste domingo (19/4) o movimento pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). O tucano chamou a ação de “precipitada” e disse: “Impeachment não pode ser tese.”

Conforme o ex-presidente, quando se trata do assunto, tentativa de retirar a presidente de seu posto deve ser objetiva — e quem comprova isso é a Justiça, e não partidos políticos. “Como um partido pode pedir impeachment antes de ter um fato concreto? Não pode! Tem que esperar as regras serem cumpridas. Qualquer outra coisa é precipitação”, afirmou.

As declarações foram feitas em um seminário no Fórum de Comandatuba, no Sul da Bahia. Sabe-se que os tucanos encomendaram pareceres sobre a viabilidade de um pedido de impeachment da presidente.

FHC não citou o PSDB ou outras legendas, tendo apenas recomendado que a sigla seja cautelosa em relação aos movimentos de rua. De acordo com FHC, se as pessoas que protestam perceberem que as legendas querem controlá-las, irão embora. “Não é um processo manipulável por partidos”, pontou. (Com informações da Folha de S. Paulo)

2 respostas para “FHC diz que movimento por impeachment é precipitado: “Não pode ser tese””

  1. Avatar Fabricio Juarez disse:

    Isso parece obvio, pra quem conhece o minimo de leis… parabens pela declaração dele. Mostra o que realmente o psdb esta fazendo, manipulando as pessoas com esse negocio de impechment.

  2. Avatar Oswaldo Apostolico disse:

    porque nao te callas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.