“Tivemos um único incidente na manhã de domingo quando se formou uma fila na porta de um clube tradicional”, diz secretário de Turismo. Estabelecimento foi multado e fila organizada pela prefeitura

Foto: Reprodução

O destino turístico de Caldas Novas recebeu cerca de 50 mil turistas no feriado prolongado de Nossa Senhora de Aparecida. O número é 50% menor do que antes da pandemia, mas em tempo de Covid-19 a avaliação é de que a cidade ficou cheia.  

Segundo o secretário de Turismo de Caldas Novas, Ivan Garcia Pires, os protocolos adotados desde a reabertura do setor de hotelaria, em 1º de julho, e dos parques aquáticos, dia 10 de julho, mantiveram a taxa de contaminação estabilizada.

“Estamos há três meses em funcionamento e já passamos por feriados como o de 7 de setembro, isso nos dá um conhecimento sobre como atuar nesse ‘novo normal’”, aponta o titular da pasta, ao avaliar que os turistas souberam se comportar.

Ivan detalha que 70% dos leitos de hotéis estão liberados e, no feriadão, Caldas Novas atingiu 90% de ocupação. “Nossa avaliação é de que a cidade ficou cheia, mas tudo muito organizado, com uma triagem na chegada, checagem de reservas e demais protocolos”, observa.

“Tivemos um único incidente na manhã de domingo quando se formou uma fila na porta de um clube tradicional, com umas 100 pessoas. Mas a prefeitura foi lá e organizou a entrada, além de acionar e multar o empreendimento”, explica o secretário.