As Forças Armadas de Israel amarraram um homem palestino ferido ao capô de um jipe e o conduziram pelas ruas da cidade de Jenin, na Cisjordânia, conforme revela um vídeo que viralizou nas redes sociais neste sábado, 22. A autenticidade do vídeo foi confirmada pela agência de notícias Reuters.

O homem, Mujahed Azmi, foi baleado e preso por soldados israelenses durante uma operação que visava apreender suspeitos de terrorismo no território ocupado, de acordo com fontes israelenses. “O suspeito foi levado pelas Forças Armadas em cima de um veículo, violando protocolos militares”, afirmou o Exército israelense em nota.

Em comunicado, o exército declarou: “A conduta dos soldados no vídeo do incidente não representa nossos valores”, e informou que a ocorrência será investigada e resolvida. Israel disse ainda que Azmi foi encaminhado aos cuidados médicos do Crescente Vermelho, o braço da Cruz Vermelha em países de maioria muçulmana.

Segundo a família de Azmi, ele foi ferido durante a operação e, ao tentarem chamar uma ambulância, os soldados israelenses o amarraram ao capô do jipe e partiram. No vídeo, é possível ver que os veículos militares passam por duas ambulâncias sem parar.

Veja o vídeo:

Leia também:

Bombardeios deixam brasileira gravemente ferida no Líbano

Brasil reconheceu mais de 77 mil pessoas como refugiadas em 2023