Ex-prefeita de Novo Gama fica inelegível por oito anos

Sônia Chaves de Freitas também já foi condenada a devolver quase R$ 5 milhões aos cofres públicos

Sônia Chaves de Freitas, ex-prefeita de Novo Gama, ficará inelegível por oito anos. | Foto: Reprodução internet.

Foi votada na Câmara Municipal de Novo Gama na última quinta-feira, 23, a pauta que previa a inelegibilidade da ex-prefeita do município, Sônia Chaves de Freitas, pelos próximos oito anos. Todos os vereadores que estavam no plenário naquela ocasião acabaram votando pelo sim à inelegibilidade de Sônia, caracterizando uma decisão unânime. 

No dia 10 de setembro, a confirmação de que a ex-prefeita também precisaria devolver o valor de R$ 4.785.476, 10 aos cofres públicos também já havia sido obtida. As decisões se devem ao fato de que Sônia foi acusada de ter deixado de repassar verbas previdenciárias descontadas de servidores do município ao Regime Geral de Previdência Social (RGPS), entre os anos de 2005 e 2012, quando esteve à frente da prefeitura de Novo Gama.

Além disso, ela também deixou de informar em Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e Informações à Previdência Social, fatos geradores das contribuições previdenciárias relativas a seis meses, entre 2005 e 2007. Sônia chegou a ser condenada a pagar os valores de  R$1.436.788,30 e de  R$565.561,96. O parcelamento desses débitos chegou a ser requerido, mas, no entanto, mediante a falta de pagamento dos mesmos, o valor a ser pago pela ex-prefeita acabou subindo para quase R$ 5 milhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.