Ex-ministro Moreira Franco soube de sua prisão ‘por acaso’, durante viagem de avião

Advogado foi comentar o caso com o ‘senhor ao lado’, que inacreditavelmente era o ex-ministro

Moreira Franco foi fotografado por Renato Ventura | Foto: Divulgação

O advogado Renato Ventura relatou a um programa de rádio a situação um tanto inusitada que vivenciou durante o voo 066215 da companhia aérea Avianca, que deixou Brasília às 9h55 e pousou no Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, às 11h40 desta quinta-feira, 21. Ele viajava ao lado de Moreira Franco e acabou sendo o responsável pela má-notícia da ordem de prisão ao ex-ministro.

Ventura, que também é procurador da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), soube da  prisão do ex-presidente Michel Temer (MDB) ainda dentro do avião, por meio de um grupo de WhatsApp. O advogado foi comentar o caso com o “senhor ao lado”, quando percebeu que o homem era justamente o ex-ministro Moreira Franco.

Ventura afirma que foi empurrado pelo político no corredor do avião e passou a segui-lo. Já do lado de fora do aeroporto, um veículo da marca Volvo esperava pelo ex-ministro. O advogado tentou ligar para a Polícia Federal e para a Polícia Militar, pois acreditava que Moreira Franco estava tentando fugir. Sem sucesso nas ligações, ele resolveu retardar a saída do Volvo ao ficar parado na faixa de pedestres.

Alguns minutos depois, uma biltz policial acabou interceptando o automóvel e prendendo o ex-ministro de Minas e Energia. (Com informações do Jornal Metrópoles)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.